Hidroterapia no tratamento da obesidade de cães e gatos

TERAPIAS ALTERNATIVAS | Carolina Pescador

A obesidade em cães e gatos é uma doença grave, que compromete a saúde dos pets, agravando problemas ortopédicos, respiratórios e cardíacos, comprometendo, assim, a qualidade de vida dos animais. O excesso de gordura corporal estimula uma série de reações metabólicas inflamatórias que podem contaminar o organismo do pet, causando diversas alterações sistêmicas e trazendo impactos negativos para a saúde como um todo, além de desencadear processos inflamatórios que atingem coração, fígado e articulações, entre outros órgãos.

Da mesma forma que acontece com as pessoas, o sobrepeso em cães e gatos é uma combinação de ingestão calórica excessiva e pouca atividade física, embora fatores como castração e o avanço da idade também influenciem. O excesso de alimento e/ou petiscos e o sedentarismo estão relacionados ao aumento de peso nos cães e gatos.







Uma das principais causas se deve ao tempo bastante corrido da maioria dos tutores que, entre trabalho, estudos e outros afazeres, não conseguem levar os cães para passear e gastar energia fora de casa. Outro motivo está relacionado à moradia em espaços cada vez menores e compactos, como em apartamentos, cuja locomoção não exige tanto do animal. Por isso, a indicação de um programa de emagrecimento associando controle alimentar e fisioterapia se faz necessária no controle do sobrepeso e obesidade do pet.

A fisioterapia para casos de emagrecimento é realizada através de um programa especial de exercícios objetivando a perda de peso. A hidroterapia é um dos exercícios mais utilizados na fisioterapia para tratar a obesidade, pois quando o cachorro ou gato tem excesso de peso acaba tendo muita sobrecarga articular e os exercícios na água diminuem essa sobrecarga, facilitando a atividade e, por consequência, a perda de peso do animal. Os exercícios na esteira aquática devem ser monitorados por veterinários especializados para que não ocorram lesões decorrentes do exercício inadequado.

Para alcançar melhor resultado no tratamento da obesidade e do sobrepeso, é importante a associação dos exercícios com o acompanhamento nutricional.


#FiqueAlerta

O sobrepeso e a obesidade nos animais reduzem cerca de 15% da expectativa de vida de um cão, o que representa menos dois anos e um mês para raças com média de vida de 14 anos, por exemplo.


Dra. Carolina Pescador - CRMV/RS 12004

Médica Veterinária com formação em Fisioterapia Veterinária, Acupuntura, Nutrição Animal, Aromaterapia e Ozonioterapia para animais

@carolpescadorvet




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo